Composição da equipe de coordenação:

Coordenação geral:

Prof. Dr. Norma Valéria Dantas de Oliveira Souza

Apoio pedagógico:

Carolina Cabral Pereira da Silva

Caroline Rodrigues de Oliveira

Patrícia Alves Santos Silva

Maiores informações
Processo Seletivo

Pós graduação em enfermagem estomaterapia - 2021.2

Concepção do curso

       Este curso tem como objetivo geral contribuir para a redução da morbimortalidade de pessoas com problemas de saúde relacionados à área de estomaterapia, através da promoção de cuidados especializados em enfermagem (humanizado, ético, técnico e científico).

       A fim de alcançar este objetivo geral, tem-se como objetivos específicos para a formação do especialista:

  • Qualificar a (o) enfermeira (o) para assistir as pessoas com estomias, com fístulas, feridas agudas e crônicas, e incontinências urinária e anal, com vistas à reabilitação e a uma melhor qualidade de vida dessas pessoas.

  • Contribuir na investigação científica relacionada à área de Estomaterapia.

  • Reconhecer os aspectos organizacionais necessários para o desenvolvimento de serviços e programas para atendimento de pessoas com estomias e incontinentes, bem como contribuir na elaboração de protocolos para o tratamento de feridas crônicas e agudas.

  • Promover a educação em saúde na área de estomaterapia junto a pessoa, família e equipe multidisciplinar de saúde.

  • Identificar e intervir nos problemas de enfermagem apresentados pelos indivíduos, empregando a metodologia assistencial com vistas à avaliação de resultados de efetividade.

  • Contribuir para a qualificação clínica das (os) profissionais de enfermagem, com desenvolvimento da capacidade de realizar diagnóstico e indicar tratamento, de forma adequada e resolutiva, considerando os problemas de estomaterapia mais prevalentes.

 

      A concepção teórica do curso tem como principal meta fazer com que o especialista saiba determinar a abrangência dos sujeitos e sua complexidade; especificar a ação do cuidar e o âmbito de sua atuação; e apontar o objetivo ou meta final a ser alcançada – a reabilitação e a melhor qualidade de vida. Assim, a(o) enfermeira (o) pós-graduado em estomaterapia pela Uerj define-se como: o especialista apto para avaliar, diagnosticar e intervir nos problemas, buscando aliviar ou resolver as dificuldades físicas, sociais e emocionais, encontrados na pessoa com problemas de pele, incontinências e/ou estomias, bem como oferecer suporte educativo e colaborativo a seus familiares.

 

Perfil do egresso

 

      Para se candidatar ao curso de Especialização em Estomaterapia, é necessário ter concluído a graduação em Enfermagem, como pré-requisito imprescindível.

      A maioria das (os) enfermeiras (os) que procuram o curso almejam satisfação, realização e prazer advindos da prática profissional relacionada à autonomia, à possibilidade da prática empreendedora, à melhora da autoestima, bem como aumentos salariais e progressão em seus espaços de trabalho.

      A maior parte dos egressos desta pós-graduação pertence ao sexo feminino, possui entre 29 e 57 anos, tem mais de que um vínculo de trabalho, atuando, principalmente, no campo assistencial, além de terem cursado mais do que uma especialização.

      A conclusão do curso possibilita ao egresso a possibilidade de eles se tornarem agentes de transformação/modificação da realidade laboral, ampliando o reconhecimento dentro da instituição em que atuam. Grande parte dos egressos tem facilidade de inserção como estomaterapeuta, principalmente atuando de forma autônoma e percorrendo o caminho do empreendedorismo, possibilidades estas que a especialidade permite.

 

Duração, periodicidade e carga horária de integralização

      O curso tem a duração de 14 meses, com carga horária teórica de 364 horas adicionadas a carga horária de aulas práticas e estágios supervisionados, que perfazem um total de 100 horas. As aulas teóricas ocorrem aos sábados, de forma presencial, nas dependências da Faculdade de Enfermagem da Uerj. Salienta-se que o discente pode concluir o curso em até 28 meses, em caso de trancamento e/ou reprovação.

Disciplinas Obrigatórias​

Fundamentos da Assistência de Enfermagem no manejo das ostomias

90h

segundo semestre

Suportes Assistenciais em Enfermagem em Estomaterapia

105h

primeiro semestre

Tópicos Especiais em Estomaterapia para a Enfermagem

75h

segundo semestre

Metodologia Científica na Resolução de Problemas

45h

primeiro e segundo semestres

Disciplinas Eletivas

Sistematização da Assistência de Enfermagem

30h

segundo semestre

Dinâmica do Relacionamento Interpessoal

30h

primeiro semestre

Política de Saúde

30h

segundo semestre

Pedagogia das Ciências de Saúde

60h

primeiro e segundo semestres

Estágio curricular 
  • O curso oferece estágio supervisionado com o fito de os discentes adquirirem e/ou aprimorarem habilidades psicomotoras e consolidarem conhecimentos relacionados ao cuidado a pessoas com feridas, estomias, incontinências urinária e anal, bem como em uso de cateteres, sondas e drenos.

  • Os estágios acontecem na Clínica de Enfermagem em Estomaterapia Benedita Maria Rego Deusdará Rodrigues, situada na Policlínica Piquet Carneiro, na Avenida Marechal Rondon, 381 – São Francisco Xavier. Também ocorrem estágios no Ambulatório de Curativos do Hospital Universitário Pedro Ernesto – Ambulatório sala 02, sito à Avenida Boulervard 28 de setembro, 77 – Vila Isabel.

  • Esses estágios são supervisionados por preceptores, que são estomaterapeutas experientes e atuantes na prática clínica. Destaca-se a relação de três a quatro estudantes para cada preceptor. As atividades práticas desenvolvem-se em 10 turnos de 05 horas cada, sendo 08 turnos (manhã e/ou tarde) na Clínica de Enfermagem em Estomaterapia da Policlínica Piquet Carneiro (PPC) e 02 turnos (manhã) no ambulatório de Curativos do Hospital Universitário Pedro Ernesto (HUPE).

  • Destaca-se também visitas técnicas ao Núcleo de Disfunção Miccional, na Policlínica Piquet Carneiro para acompanhar o desenvolvimento de métodos diagnósticos com o estudo urodinâmico.